Emergências 0800 601 6001
29/06/2018

Vencedores do Viapar Cultural são definidos

Nesta edição, cinco projetos vão dividir o prêmio de R$ 200 mil

 

    Acaba de “sair do forno” a lista com os vencedores da 5ª edição do Viapar Cultural, edital promovido pela concessionária de rodovias em parceria com o Instituto Cultural Ingá (ICI). Diferente de anos anteriores, a iniciativa vai contemplar cinco projetos – dois a mais que o previsto [veja lista completa abaixo]. Isso porque o teto orçamentário do primeiro colocado (R$ 40 mil) foi menor que o valor do prêmio principal (R$ 100 mil). As sobras (R$ 60 mil) foram divididas entre mais dois proponentes.

 

   Nesta edição, dos 29 inscritos 18 foram avaliados a concorrer os R$ 200 mil. Uma iniciativa aberta a doze segmentos: artes visuais, audiovisual, circo, dança, livro, leitura e Literatura, música; ópera, patrimônio cultural material e/ou imaterial e teatro. A principal diferença com relação aos concursos anteriores foi a não obrigatoriedade de os projetos inscritos estarem vinculados à Lei Rouanet.

 

   Uma comissão composta por representantes de diversos segmentos culturais validou as iniciativas habilitadas. Na sequência o comitê técnico do edital definiu os vencedores por meio de pontuação. “Dos cinco projetos contemplados, neste ano, três são de música e dois de artes cênicas. Apesar dos proponentes serem de Maringá, um número grande de municípios será contemplado”, informou o consultor sênior do ICI, Alan Gaitarosso, frisando que “o edital deixa mais transparente, além de organizar o valor destinado pela empresa”.

 

   Importante destacar que, desde de 2016, a Viapar não se beneficia da renúncia fiscal, mesmo assim manteve o compromisso com toda a sociedade bancando o concurso de forma integral. "Tivemos excelentes projetos e abrimos a premiação ao máximo de forma a contemplar pelo menos cinco dos escolhidos pela comissão.  Estamos gratos pela participação de todos e desejamos boas opções culturais para toda comunidade”, disse o assessor de comunicação da concessionária, Marcelo Bulgarelli.

 

   O Viapar Cultural chega ao quinto ano com 25 projetos já executados, os quais beneficiaram mais de 5 mil pessoas em várias cidades da região onde a empresa está presente. Investimento que passa de R$ 1 milhão.

 

VENCEDORES:

 

1º Lugar: Villa-Lobos 130 anos

Proponente: Loraine Maria Ferla Balen Tatto - Maringá

Premiação: R$ 40 mil

Realização: Apucarana, Cambé, Campo Mourão, Mandaguaçu, Mandaguari, Marialva, Paranavaí, Rolândia e Astorga

 

2º Lugar: Vitor Gorni Orquestra Interpreta: A Tropicália

Proponente:  Schoffen & Maurutto Produções Artísticas Ltda - Maringá

Premiação: R$ 60 mil

Realização: Cambé, Campo Mourão, Maringá e Paranavaí

 

3º Lugar: O Nordeste pela Ótica da Canção Lírica Brasileira

Proponente: Juliana Santos Bischoff - Maringá

Premiação: R$ 40 mil

Realização: Maringá, Sarandi, Mandaguaçu e Paiçandu

 

4º Lugar: Terapia da Alegria

Proponente: Associação Terapia da Alegria - Maringá

Premiação: R$ 30 mil

Realização: Maringá, Sarandi e Marialva

 

5º Lugar: Piquenique da Leitura

Proponente: Danilo Furlan e Cia Ltda - Maringá

Premiação: R$ 30 mil

Realização: Aricanduva, Cambira, Corbélia e Sarandi

 

 

 

*****************************************

 

 

Crédito foto: Cleber França / Divulgação

Legenda: Comissão define vencedores do 5º Viapar Cultural

Aguarde...