Emergências 0800 601 6001
11/12/2017

BLITZ PIONEIRA NO PARANÁ SERÁ REALIZADA NA NOITE DE SÁBADO EM MARINGÁ

MARINGÁ 

Blitz pioneira no Paraná será

realizada na noite de sábado (9)  

A iniciativa vai mobilizar 30 pessoas do Corpo de Bombeiros, Samu e da concessionária de rodovias VIAPAR

   Na noite de sábado (9) uma "blitz" diferente será realizada em Maringá. Aproximadamente 30 colaboradores do Corpo de Bombeiros, Prefeitura de Maringá, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e da concessionária de rodovias Viapar vão visitar bares da cidade para divulgar a campanha educativa “É melhor ser o motorista da vez ou a vítima?”. Cada pessoa abordada vai receber orientações sobre os problemas ocasionados pelo álcool, além de informações sobre a conta de um acidente. Isso mesmo: a conta.

   Será uma iniciativa pioneira no Paraná, segundo o coordenador geral de Urgência e Emergência de Maringá e coordenador médico do Resgate da VIAPAR, Maurício Lemos. “Nosso principal objetivo será alertar as pessoas sobre os problemas ocasionados pela bebida e a direção. Além da tristeza gerada para as famílias, vamos divulgar os custos de um acidente, que por sinal não são baratos”, comentou, revelando os números. “Quase R$ 80 mil por vítima grave. Você sabe quanto custa uma diária de UTI? R$ 3 mil”.  

   Lemos planeja levar a campanha para todas as regiões da cidade. “Vamos visitar pelo menos um bar em cada bairro de Maringá, uma iniciativa que deve se estender até o mês de fevereiro”, frisou, lembrando que, neste sábado, todos os envolvidos vão se reunir no quartel do Corpo de Bombeiros [às 22 horas] e, de lá sair em carreata. “A conscientização é uma das melhores ferramentas para que acidentes sejam evitados”.    

    PREOCUPAÇÃO - E o consumo de álcool no Brasil é crescente e realmente preocupa. Conforme dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), em dez anos, aumentou 43,5%, superando a média internacional [6,4 litros]. Com o total de 8,9 litros por habitante, o país aparece na 49º colocação [entre 193 países avaliados] – em 2006 cada brasileiro, a partir de 15 anos, bebia 6,2 litros de álcool, por ano. Na pesquisa, a Lituânia aparece em primeiro [18,2 litros], seguido por Bielorrússia [16,4 litros], Moldávia [15,9] e Rússia [13,9].

   NÚMEROS – No mundo, 3,3 milhões de pessoas morrem todos os anos por consequências da bebida, ou seja, 5,9% de todas as mortes. No grupo de pessoas entre 20 e 39 anos este número é ainda maior: 25% das mortes estão relacionadas diretamente com o consumo de álcool, conforme a OMS. 

Aguarde...